O que é importante em um Notebook Gamer para jogos pesados?

A cada ano tem ficado mais difícil escolher o notebook ideal para jogos pesados. Novos processadores, placas de vídeo mais rápidas e robustas, telas com maior qualidade para atender aos gráficos que sempre estão evoluindo… São tantos pontos para se avaliar que logo surgem as dúvidas: qual notebook gamer escolher? Qual melhor custo-benefício?

Muita calma nessa hora! Neste post vamos mostrar os recursos mais importantes que você precisa levar em consideração quando for planejar a compra de um bem precioso em termos de entretenimento: um notebook para jogos ou uso profissional.

1 – Placa de vídeo para Jogos

Um dos primeiros itens que você tem de olhar é a placa de vídeo. Sabe por quê? Porque ela é a grande responsável pela geração de imagens e desempenho gráfico dos games. Mas como escolher uma placa de vídeo ideal para jogar se existem diversas opções no mercado?

Primeiro, saiba que quantidade de memória numa placa de vídeo não é tudo. A capacidade de memória é muito importante, mas não adianta ter bastante se a GPU (Graphics Processing Unit ou Unidade de Processamento Gráfico) for lenta e não consegue usá-la totalmente. Se isso ocorrer, certamente o jogo ficará lento e travando, pois a GPU tem como função realizar cálculos complexos fundamentais para a renderização de gráficos.

Outro ponto a levar em consideração na placa de vídeo é a taxa de quadros. Ela mostra quantas imagens completas pela placa podem ser exibidas por segundo. Em resumo, os jogos de ação mais potentes requerem pelo menos 60 FPS (Frames per Second ou Quadros por segundo) para oferecer um jogo lisinho o tempo todo.

Quer saber mais sobre como escolher uma placa de vídeo para o seu notebook ou pc gamer? Então clique aqui.

2 – Processador Notebook Gamer

Notebook gamer. Confira!
Você sabe escolher o melhor processador para jogos pesados? Se não consegue, tenha em mente que os processadores são componentes fundamentais que, se não forem bem avaliados, com certeza irão atrapalhar na hora de jogar. Eles devem ser selecionados para cada necessidade em conjunto com a placa de vídeo.

Geralmente, o esforço maior durante os jogos pesados fica com as placas de vídeo, pois, como vimos acima, é sobre elas que incidem as questões de qualidade gráfica.

Mas quando o assunto é alto desempenho, escolha um processador capaz de realizar as tarefas pesadas, pois os jogos possuem gráficos complexos que exigem maior desempenho. Atualmente, as principais marcas de processador são a Intel e AMD.

A Intel, por exemplo, a mais famosa fabricante de processadores do mundo, conta com recursos que deixam o seu jogo mais pesado rodando rapidamente e com qualidade. A tecnologia Hyper-Threading é uma delas, permitindo que cada núcleo do processador execute mais de uma tarefa ao mesmo tempo, oferecendo excelente jogabilidade.

Além disso, esse processador possui velocidades de até 4,20GHz e a tecnologia Turbo Boost. Ela potencializa ao máximo as velocidades do Clock e reduz o tempo de resposta.

Um outro ponto importante é a quantidade de núcleos de processamento. No Intel i7-6700K, por exemplo, o número de threads/núcleos é de 8, levando o equipamento ao máximo desempenho. Neste caso, o “K” foi definido pela empresa para indicar desempenho máximo. Você provavelmente verá também as terminologias “T” (processadores com performance mais econômicas) e “S” (intermediário).

3 – Memória Notebook Gamer

A memória é um outro grande ponto que você precisa prestar bastante atenção. Isso porque a memória desempenha um papel crucial na hora de jogar games pesados.

O requisito mínimo para quem quer jogar bem e com qualidade é 4GB. Menos que isso não dá! Agora, para não correr riscos, o recomendado é ter 8GB, pois a maioria dos jogos roda bem assim, claro, que em conjunto com bons desempenhos da placa de vídeo e do processador.

Durante muito tempo as memórias DDR3 dominaram o mercado. Elas eram as estrelas. Agora, o padrão DDR4 está na moda, trabalhando normalmente com tensão de 1,2 volts – na DDR3 o padrão trabalha com 1,35 volts. A redução parece pouca, mas é algo considerável em termos de consumo de energia.

No item frequência de operação, a DDR3 roda com clocks que vão de 800 a 2.133 MHz, enquanto o DDR4 inicia em 2.133 e vai até 4.266 MHz, o que significa uma quantidade maior de transferências num mesmo intervalo de tempo.

4 – Tela para Gráficos Pesados

Quem gosta de jogar muito sabe que não é nada bom ter um notebook gamer ou pc gamer potente sem uma tela à altura da diversão. A preocupação na hora de comprar uma boa máquina passa pela tela perfeita, que atenderá a todas as demandas do jogo preferido.

O primeiro passo é avaliar a resolução. Fique muito atento a esse requisito, pois os jogos vão exigir bastante dela. A resolução mede o número de pixels que a tela exibe. Para jogos, o mais recomendado é uma qualidade FullHD.

Mas e a tela 4k, que tem a resolução quatro vezes maior do que a FullHD, vale a pena? Essa nova tecnologia deixa a experiência de jogo bem melhor, pois a qualidade dela é muita alta.

Muitas dessas telas vêm equipadas com a tecnologia IPS (In-plane switching), que é uma variação para melhor da tecnologia LCD e que possibilita taxas de atualização de até 240Hz (numa comparação direta, as telas convencionais de LCD têm uma taxa entre 60 e 75Hz). São mais caras, mas para quem curte jogar direto vale a pena o investimento.

5 – Armazenamento

Notebook Gamer ou PC Gamer sem armazenamento para instalar jogos é o fim, não é mesmo? O recomendado é o uso de SSD, tecnologia de armazenamento que melhora muito o desempenho e reduz o tempo de acesso às informações.

Entre as vantagens do SSD em relação ao HD estão: mais silenciosos, mais rápidos e mais resistentes, sem contar que são mais leves – fator muito importante quando se trata de notebooks, que são portáteis e podem ser levados para qualquer lugar.

O SSHD (Solid State Hybrid Disc, na sigla em inglês), que é uma junção (pea híbrida) do SSD e do HD, mas muito mais eficaz em termos de armazenamento e que possibilitam, em conjunto com outros recursos, alta velocidade, grande quantidade de espaço de salvamento e redução do tempo de processamento.

Há, ainda, o mSata, que nada mais é que uma versão compacta de um SSD, ótimo para notebooks gamers, alcançando taxas de transferência muito superiores aos 600MB/s.

6 – Refrigeração Notebook de Alto Desempenho

A estrutura física (partes internas e externas) também tem de ser avaliada com carinho. Um dos caminhos é verificar se as saídas de ar são nas laterais ou na parte de trás do notebook. Será que elas serão obstruídas quando você for jogar? Isso não deve ocorrer.

Analisar ainda a quantidade de coolers que irão permitir o resfriamento dos componentes internos com certeza irá melhorar o desempenho da máquina. Isso porque, ao lado das saídas de ar, os coolers são fatores que estão diretamente relacionados à potência da placa de vídeo, ou seja, quanto maior o processamento mais calor será gerado, o que exigirá maior poder de refrigeração.

E então? Com essas dicas já está preparado para comprar o seu próximo notebook gamer? Que tal visitar a loja online da Avell e comparar os modelos de máquinas com esses e outros recursos?

(Este conteúdo foi visitado 3.571 vez(es) | 1 visita(s) hoje)