Temperatura: o que devemos saber

Muitos usuários de notebooks, principalmente os entusiastas por games, questionam sobre a temperatura dos notebooks Avell ao rodar jogos mais pesados.

Como isto deve ser analisado?! Vamos as considerações:

– Os modelos Titanium B153, B154 e B155 possuem um gabinete menor e mais fino, tendo como vantagem aos outros modelos, seu peso e espessura (são mais finos); por este motivo a tendência é esquentar um pouco mais, tendo em vista que o gabinete é menor e mais fino e as saídas de ar também são menores. Para isso, estes modelos são equipados com placas gráficas com menor consumo de energia e com desempenho menos elevado (comparado a outros modelos) justamente para não ocorrer superaquecimento.

Avell Titanium B153: Espessura fina com sistema de refrigeração de 1 cooler.

Avell Titanium B153: Espessura fina com sistema de refrigeração de 1 cooler.

– Já os modelos Titanium G1511, G1512, G1540 e FullRange G1740, G1741, G1742 e G1743 são equipamentos maiores e com gabinetes mais altos, justamente para suportar o calor gerado pelo desempenho extremo das placas gráficas mais potentes como nVIDIA GeFORCE GTX 770M e 780M e AMD Radeon HD8970M. Além disto, alguns destes modelos contam com sistema de refrigeração com 2 e 3 coolers, o que aumenta o poder de refrigeração interna e diminui a temperatura dos componentes.

Saídas de ar do Avell FullRange G1743: sistema com 3 coolers

Saídas de ar do Avell FullRange G1743: sistema com 3 coolers

Os notebooks Avell são preparados e montados de acordo com sua estrutura, ou seja, os recursos e hardware disponível em cada modelo são analisados por temperatura e desempenho antes de ser produzido em escala. Isto inviabiliza por exemplo que um notebook do modelo Titanium B153 seja produzido com uma placa nVIDIA GeFORCE GTX, justamente para evitar superaquecimentos.

Sistema interno de resfriamento do Avell FullRange G1740

Sistema interno de resfriamento do Avell FullRange G1740 com 2 coolers

Devemos levar em conta ainda, que a temperatura pode variar muito de um jogo pra outro e também de uma cidade pra outra; a região sul do Brasil geralmente possui clima mais ameno, diferente de uma cidade da região Nordeste onde o calor é maior e mais frequente. Ainda assim, os notebooks Avell estão preparados pra esta diferença.

A temperatura máxima suportada pelos processadores Intel e pela maioria dos componentes internos, é de 100°. Portanto se o notebook está chegando a temperaturas de até 80/90° está dentro do limite.

Alguns jogos mais recentes exigem muito da placa gráfica e do processador, fazendo com que alguns modelos de notebooks (Titanium B153, B154 e B155) alcancec esta temperatura e ocorra uma perca de rendimento; para isto, recomenda-se o uso de uma base refrigerada para ajudar na dissipação do calor. Para modelos com 2 ou 3 coolers no sistema de refrigeração interno, a temperatura dificilmente chegará a 80°. Ainda assim, o uso de uma base refrigerada ajuda na dissipação de calor, tornando o desempenho nos jogos constante.

 

Pasta Térmica

Um item que é de grande importância em todo e qualquer notebook é a pasta térmica. Esta pasta fica entre o dissipador de calor do cooler e o processador. Sua principal função é aumentar a aderência entre estes componentes, para que assim o processador seja refrigerado de modo mais eficiente. Há inúmeras marcas de pasta térmica no mercado, algumas mais eficientes e outras nem tanto.
Para um melhor desempenho e eficiência, a Avell utiliza a pasta térmica da marca Arctic Silver (Arctic Silver® 5), considerada uma das melhores do mercado e comprovada por vários testes de laboratórios. Para uma descrição completa sobre a Arctic Silver® 5, clique aqui.

(Este conteúdo foi visitado 6.007 vez(es) | 6 visita(s) hoje)
Comentários