Notebook para arquitetura? Saiba como escolher o equipamento ideal

Seja durante o curso ou após a faculdade, são vários os materiais para arquitetura exigidos para exercer a profissão. Eles vão desde caneta e papel, até estojos para transportar os projetos. Ou, ainda, equipamentos eletrônicos como os notebooks, que são os mais indicados para garantir mobilidade na faculdade e na rotina de um arquiteto.

O problema é que na hora de escolher um notebook para arquitetura surgem dúvidas para optar por aquele que consiga atender às necessidades específicas da profissão. Se você está em busca de um equipamento para arquitetura e não sabe muito bem por qual modelo optar, você está no lugar certo!

Descubra neste post quais são os principais softwares de arquitetura mais utilizados e como escolher o notebook para arquitetura mais indicado para usar durante e após a faculdade.

 

Principais softwares de arquitetura

Antes de decidir qual máquina irá auxiliar em suas atividades é preciso entender quais sistemas você utilizará diariamente, pois existem diferentes programas que auxiliam o arquiteto a exercer suas atividades. Durante a faculdade, algumas matérias comportam, inclusive, aulas práticas sobre alguns softwares principais, pois saber  manuseá-los é essencial para obter uma boa formação profissional e se destacar no mercado de trabalho.

Seja você um estudante que quer saber um pouco mais sobre a profissão, ou um arquiteto que busca se modernizar e aprofundar suas qualificações, confira a seguir quais são os principais softwares utilizados na arquitetura.

 

Revit

É um programa da empresa AutoDesk  e vem ganhando cada vez mais espaço no ramo da construção civil. A principal vantagem desse programa é que ele permite o arquiteto planejar, projetar, construir e gerenciar edifícios e infraestruturas, gerando um protótipo do projeto e não apenas uma apresentação.

 

AutoCAD

Esse software também é da empresa AutoDesk e um dos mais conhecidos e utilizados no ramo de arquitetura. Ele permite que o arquiteto cire desenhos técnicos em 2D e 3D de uma forma simples e prática, sendo um dos programas essenciais para a criação de projetos.

 

SketchUp

Também na área de criação 3D como é o caso do AutoCad e do Revit, encontra-se o Sketchup. Sua utilização é bastante comum nas áreas de arquitetura por ser considerado um programa completo e de fácil usabilidade.

Com esse software é possível criar desenhos tridimensionais, aplicando cores, texturas, luzes, sombras, entre outras características, tornando os projetos mais realistas e detalhados, principalmente após a renderização.

 

V-Ray

O V-Ray não chega a ser um software, mas sim um plugin que deve ser instalado dentro de um software de modelagem e que tem como principal função gerar renders. Sua utilização, permite que os projetos criados dentro dos programas de modelagem ganhem uma qualidade com aspecto realista.

 

Principais características de um bom notebook para arquitetura

Agora que você viu quais são os principais softwares utilizados na arquitetura é hora de entender o que um aparelho precisa ter para atender as necessidades da profissão. Contar com materiais para arquitetura de qualidade é essencial para garantir trabalhos ágeis e eficientes e não seria diferente quando o assunto é um equipamento eletrônico.

A rotina de um arquiteto durante a faculdade ou após se formar exige aparelhos que supram as necessidades de mobilidade e é aí que entra a principal vantagem de trabalhar com um notebook. No entanto, é preciso entender que não é qualquer aparelho que conseguirá rodar os softwares de arquitetura eficientemente e por isso, é preciso acertar na escolha.

Veja a seguir os três pontos principais que devem ser avaliados ao comprar um notebook para arquitetura.

  1. Processador: ele é responsável por calcular e processar os dados dos softwares de arquitetura. Para que você possa trabalhar tranquilamente no AutoCAD, por exemplo, é essencial contar com um aparelho que tenha um bom processador, pois do contrário o software não terá um bom desempenho e você terá que lidar com seus projetos travando a todo momento causando uma baixa produtividade.
  2. Memória RAM: é ela quem permite o acesso aos arquivos fazendo sua leitura quando requisitados. Todo programa ou arquivo de arquitetura que você abrir, será carregado da memória do seu aparelho e alocado na memória RAM para permitir um acesso muito mais rápido trabalhando em parceria com o processador. Por isso, quanto maior for a memória RAM mais informação ficará disponível para o processador, sem ter que acessar a memória interna do aparelho, o que é muito mais lento de se fazer, tendo um impacto direto na sua produtividade como arquiteto.
  3. Placa de vídeo: é por meio da placa de vídeo que tudo o que você está fazendo é transmitido para a tela. Para lidar com projetos de arquitetura, é essencial escolher uma placa de vídeo que seja dedicada, ou seja, que conta com uma memória própria para realizar suas funções, deixando a RAM livre para outras tarefas – o que implica em um processamento muito mais ágil.

Respeitando as três funcionalidades citadas acima você contará com um aparelho indicado para as suas necessidades, como é o caso dos notebooks  Avell que contam com o melhor dessas funcionalidades. Acerte na escolha do seu equipamento e trabalhem com tranquilidade e de uma forma muito mais produtiva!

Gostou do conteúdo? Compartilhe com seus amigos e deixe seu comentário para melhorar ainda mais esse tema.