Jogo travando? Veja como melhorar isso

Por vezes temos a sensação de que a nossa máquina é capaz de rodar bem um game específico, mas ela acaba ficando abaixo do esperado. Afinal, por que um jogo trava? Ou mesmo roda abaixo do esperado? Os motivos para isso são muitos, e vamos explicar quatro deles aqui, focando especificamente em notebooks.

1 – Cuidado com o auto-detect do jogo

Um das grandes vantagens da detecção automática de hardware dos jogos é a praticidade. Basta abrir o jogo que ele já “lê” qual é a configuração da máquina e ajusta a qualidade do jogo de acordo. Porém, ainda que isso aconteça com alguma precisão na maioria das vezes, não é sempre o caso.

Isso acontece por um motivo: há milhares de configurações disponíveis. Ainda que o desenvolvedor do jogo estabeleça alguns perfis, é impossível acertar todas as vezes. Por isso é importante pesquisar as configurações mais utilizadas para um jogo específico, além de fazer alguns testes com diferentes setups para ver como isso altera a jogabilidade.

Mesmo porque, sempre há uma margem para melhorar a qualidade do jogo. Seja focando em um FPS maior, seja melhorando os filtros e efeitos.

jogos "generalizam" perfis

Alguns jogos “generalizam” perfis, por vezes errando.

2 – O driver está atualizado?

Atualizar o driver é importante não apenas para correções de erros e melhorias pontuais. Pode parecer estranho a alta frequência de atualização dos drivers da NVIDIA, mas são justificadas. Além de oferecer otimizações, trazem algo igualmente importante: perfis para jogos específicos.

Esse é um dos diferencias importantes da NVIDIA. Há uma equipe de profissionais que testam diferentes configurações, combinando CPU, GPU e memória RAM diferentes, criando perfis exclusivos para seus drivers. Isso não apenas para as placas de vídeo mais recentes, mas também para gerações anteriores. Ou seja, vale aproveitar isso para tirar o melhor dos jogos mais novos.

drivers nvidia jogos

Os drivers da NVIDIA trazem perfis otimizados para a máquina. Algumas vezes é melhor do que o perfil do jogo.

3 – Experimentando novos settings

Além dos itens anteriores, é importante experimentar configurações personalizadas por conta própria. E por um motivo muito simples: nem toda otimização automática é a melhor para todos os perfis. Basta considerar o segmento automotivo. Se existisse um carro que atendesse a todos, consumidores não optariam por fabricantes diferentes nem por suas particularidades como design, potência do motor, conforto, entre outros.

O mesmo acontece com os jogos. O perfil “ótimo” dos desenvolvedores de jogos e dos drivers tentam elevar todos os itens ao mesmo tempo. Porém, quando a configuração não dá um “max-out” nas exigências dos jogos, é preciso priorizar o que mais se valoriza. Alguns preferem diminuir uma qualidade em favor do FPS. Outros o contrário. Em qualquer um dos casos, é importante experimentar configurações personalizadas e observar os resultados.

FPS e qualidade visual jogos

Priorizar o FPS ou a qualidade visual? Isso, claro, com o driver atualizado.

4 – Fazendo um upgrade nos componentes

Os três itens anteriores focaram em algumas otimizações de software, então vamos falar um pouco de hardware. Algumas vezes não temos opção: temos que fazer um upgrade em alguns dos componentes. Em notebooks, porém, não há uma margem tão grande para isso quanto desktops. O que não significa que não existam opções.

Basicamente há dois componentes possíveis de upgrade: memória RAM e armazenamento. O primeiro oferece benefícios imediatos, garantindo uma maior margem de trabalho para a máquina. Ou mesmo de desempenho propriamente dito, já que o uso de um kit de memória RAM de dois canais aumenta um pouco a performance final.

upgrade em hardware de jogos

As vezes temos que fazer uma atualização de hardware, dentro do possível.

Já no caso do armazenamento, a substituição de um HD mecânico por um SSD M.2 é um dos melhores upgrades possíveis para qualquer máquina. Exige-se um certo trabalho de reinstalação do sistema, mas vale a pena. Caso você prefira algo mais simples de instalar e usar, é possível escolher um Optane™ da Intel, que é fácil de instalar e configurar, além de ser mais acessível e oferecer ganhos diretos de desempenho.

Notebook gamer G1513 Fox-5 BS

Como viu, é importante escolher a máquina ideal para você. Não somente no quesito desempenho, mas que tenha capacidade de expansão futura. Caso esteja procurando pelo melhor custo-benefício em um notebook gamer, o lançamento Avell G1513 Fox-5 BS com processador Intel – 8ª geração coffee lake, NVIDIA Geforce GTX e SSD M.2 é uma ótima opção para ter um salto no desempenho de jogos.

Visite a página da Avell com notebooks de alto desempenho e veja do que cada um é capaz!