DDR3 vs DDR4: quais são as vantagens do novo padrão?

Diferentemente de processadores e placas de vídeo, a memória RAM trabalha com um ciclo mais longo de atualização. A introdução de um novo padrão também não acontece do dia pra noite, demorando alguns anos para se consolidar. É o caso do DDR4, que atualmente coexiste com o DDR3, mas que já se tornou comum em máquinas mais avançadas. É o caso do Titanium G1513 IRON V4 que temos em mãos, com suporte para até 32 GB de Memória DDR4. Afinal, quando se compara DDR3 vs DDR4, quais são as vantagens do DDR4 em relação ao DDR3? É o que vamos descobrir nas próximas linhas.

DDR3 vs DDR4: Frequência

O primeiro destaque é, naturalmente, o aumento da frequência de operação. Enquanto o DDR3 trabalha com frequências entre 800 MHz e 2400 MHz, o DDR4 parte dos 2133 MHz, chegando a 4266 MHz. Lembrando que essas são as frequências originalmente projetadas, já que futuramente elas podem ser ainda maiores. O DDR3, por exemplo, ultrapassou os 3000 MHz de frequência, e tudo indica que o DDR4 passará pelo mesmo processo.

DDR3 vs DDR4: diferenças no acesso aos dados

DDR3 vs DDR4: diferenças no acesso aos dados

Essas frequências maiores beneficiam especialmente os notebooks. Tipicamente, modelos equipados com memórias DDR3 trabalhavam com 1600 MHz, raras vezes chegando a 1866 MHz. O motivo? As próprias dimensões dos pentes de memória, menores do que os utilizados em desktops, limitações térmicas e foco em autonomia de bateria. Essas 3 variáveis são “resolvidas” com o padrão DDR4.

Capacidade e calor

Outro benefício direto para os notebooks é a capacidade dos pentes de memória. O DDR3 inicia com capacidades de 512 MB, chegando até 8 GB. Já o DDR4 parte de 4 GB e vai até 16 GB por pente. Os Notebooks de alto desempenho chegam a oferecer até 4 slots de memória, raramente sofrendo com a falta de slots disponíveis, sendo comumente encontrados a partir de 2 slots. Ou seja, ter até 32 GB de memória RAM no equipamento passa a ser cada vez mais comum, chegando até 64 GB em notebooks de altíssimo desempenho.

DDR3 vs DDR4

Notebooks de alto desempenho chegam a oferecer de 2 a 4 slots, com capacidade até 64GB de Memória RAM.

Temos, então, uma frequência maior de operação e mais capacidade disponível, além de um menor consumo de energia, já que o DDR4 trabalha com 1,2 V, contra 1,5 V do DDR3. Pode parecer apenas um detalhe, mas, combinado com a menor amperagem, essa mudança resulta em uma economia de até 40% de energia. Uma boa notícia não só para a autonomia de bateria, como também para o sistema de refrigeração, já que isso significa menor dissipação de calor. Em outras palavras, em uma máquina mais fria e econômica.

Latência

Conforme a frequência aumenta, o mesmo ocorre com a latência. Esta pode ser entendida como o tempo de acesso aos dados, aumentando do CL10 ou CL11 no DDR3 para o CL14 ou CL15 no DDR4. Na prática, esse incremento pouco influencia no desempenho real, comparando uma memória DDR3 e outra DDR4 trabalhando com a mesma frequência. Como as memórias DDR4 trabalham com uma frequência consideravelmente maior, esse atraso fica ainda mais imperceptível.

DDR3 vs DDR4: Comparativo de latências.

Comparativo de latências.

Benefícios extras e suporte

Uma frequência de operação maior, assim como a maior capacidade, certamente beneficia o processador, que ganha um potencial extra se comparado ao DDR3. Mas não podemos nos esquecer dos gráficos integrados, que certamente evoluíram bastante nos últimos anos. Isso significa que certas tarefas que exigiriam uma GPU dedicada mais poderosa podem ser executadas nos gráficos Intel HD, o que significa um menor consumo de bateria e menos calor dissipado.

Naturalmente, jogos de alto desempenho, editores de vídeo e CAD e programas de modelagem 3D ainda serão executados na GPU dedicada, mas tarefas do dia a dia podem rodar perfeitamente nos gráficos integrados.

DDR3 vs DDR4: memórias DDR3 utilizam 240 pinos, contra 288 pinos do DDR4.

Apesar de parecidas, as memórias DDR3 utilizam 240 pinos, contra 288 pinos do DDR4.

Para encerrar sobre a comparação DDR3 vs DDR4, vale dizer que não é possível atualizar uma máquina com memórias DDR3 para DDR4: é preciso que o PC ou notebook já tenha esse suporte não somente no chipset, como também no slot. Apesar de parecidos, os encaixes do DDR4 são diferentes do DDR3, não sendo possível trocar uma por outra. De qualquer forma, investir em um modelo com DDR4 é uma escolha segura para os próximos anos, já que ele será cada vez mais popular, enquanto máquinas com DDR3 ficarão cada vez menos comuns.

Fontes: Windows Central, Corsair, LinusTechTips Forums

(Este conteúdo foi visitado 6.678 vez(es) | 1 visita(s) hoje)
Comentários